segunda-feira, 15 de junho de 2009

o dÀc e a minha vida familiar

(dos efeitos dÀc na minha/nossa vida social já nem falo...)

Mãe: Inês, o que é que estás aqui a fazer outra vez? O estudo já acabou?
M.: Que falta de força de vontade.
Mãe: Olha quem fala. Tens as tuas contas para fazer...
M.: Oh mãe por que é que defendes sempre a Inês?
Mãe: Eu não defendo sempre a Inês, tu é que tens a mania da perseguição.
I.: Muahahah. Ihihihihi
M.: Cala-te, seu cabeço de boi! Sua alma de chouriço!
(esta parte é para a Catarina)
I.: E tu és uma incapacitada.
M.: Oh mãe, ouviste o que ela me chamou?
Mãe: Oh Inês, francamente.
I.: Oh mãe, é verdade. Ela é menor, não tem capacidade de exercício.
M.: Oh mãe!
Mãe (risos): Deixa lá, Marta, ela está só a ler as leis dela...Não ligues.

2 comentários:

BL disse...

LOL

Noto que pelo menos a parte das incapacidades (sobretudo sobre os Menores - art. 122ºCC e ss) estudaste e tens algum conhecimento...

Acho muito mal não teres ido ao exame de Teoria Hoje!!!

(PS: Não percebi a conexão da primeira fala da M. e a resposta à mesma por parte da Mãe)

Pipette disse...

Tem razão, tem razão. Já corrigi.