domingo, 7 de junho de 2009

Apontamentos

O Nuno Melo é tão giro e fala tão bem que eu até sinto que percebo tudo :p

(mas consegui resistir a votar CDS, sim - podem ir fazer ó-ó descansadinhos)

25 comentários:

Francisco disse...

João Nuno Lacerda Teixeira de Melo (n. Joane, 1966), advogado e político português.
Consultor jurídico de profissão, é licenciado em Direito pela Universidade Portucalense.

Quem sabe se um dos acompanhantes das meninas do karaoke não será o próximo cabeça de lista do CDS ao Parlamento Europeu.
Ai.

Pipette disse...

nori diz:
sabes o q ele faz?
nori diz:
se se formou ou assim
Inês diz:
nao
Inês diz:
nem quero saber
Inês diz:
quero so olhar para ele e ouvi-lo

:p

Pipette disse...

Daqui conclui-se que eu estava certa em não querer saber. Sou uma visionária! (gaba-te cesto..)

Joana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joana disse...

Ele é giro sim, senhor... Não ouças o que diz Inês. Fica-te pelo giro que estás safa ;)

BL disse...

Olha que esta!?!?!? É por causa de gente como voces que o mundo cada vez mais esta perdido...

Mas agora vota-se nas pessoas por elas serem bonitas ou bem parecidas!?!?!? Ou por ter um belo penteado ou por terem um belo par de olhos???

Mas esta tudo doido????

Situem-se, minha gente!!!


Sendo assim toda a gente teria votado no avo cantigas por ser um avozinho fofinho e assim...

Minha gente, concentrem-se nas questões essenciais e não no acessorio!!!!

Sempre quero ver quem é que o Portas vai escolher para candidatos para Deputados nas proximas legislativas... O bonitinho ja se vai la para o estrangeiro... E segundo o que me parece, ele não mais ninguem, alias nem banco de suplentes tem...lol

Enfim...

Francisco disse...

Oh Bruno, não, claro que não... se leres as letras pequeninas que a Inês deixou, já tinhas percebido que não.

Gilberto Oliveira disse...

Giro????
Inês, a tua picanha devia estar estragada, ou seria a banana frita!!!
Olguinha sai do corpo da minha amiga Joana... Deixa ela ver a realidade...
Meus amigos e amigas se aquele camafeu é giro então a texana azul é digna de uma composição de Stravinsky!!!

BL disse...

Pois... Realmente não li as letrinhas pequeninas... Porque nem reparei nas letrinhas...

Mas de qualquer forma, fica o recado dado... LOL

BL

Francisco disse...

Olha, Gil, estou contigo. Nem tanto por ele ser bonito ou feio, mas por ser um grande totó.

Eu sabia, dei com as minhas amigas do dàc em doidas. Oh meu rico santo antónio, o que é que eu faço desta vida...

direitoÀcena disse...

Subscrevendo as ideias explanadas pelo Gil e pelo Francisco, só para dizer que ainda assim sempre seria preferível que a nossa quase africana tivesse optado por essa via estética de escolha em vez de uma eventual abstenção. Voto, seja ele qual for. Ainda que branco - e pela primeira vez, neste acto eleitoral, houve quem falasse a sério na expressão dos votos brancos. Abstenção é que não. Qualquer pessoa que se pense em abster devia ir malhar com os ossos durante uns tempos na prisão de Caxias como os que lutaram para que eles pudessem votar. Esta ideia não tem como corolário o voto obrigatório, precisamente porque a ideia é precisamente a inversa, a de que cada um perceba a responsabilidade individual que resulta de o voto ser um direito mas também um dever - ainda que cívico, porque precisamente sem sanção jurídica, como entre nós: máxima liberdade, máxima responsabilidade. Não vou entrar nessa discussão, mas abstenção é que não,´tá F.? Então tá.

E sim, eu sou daquelas que vota sempre comovida e com o nó na garganta, porque é uma coisa bonita e importante. Gozem comigo a ver se me ralo ;-)

ln

Joana disse...

Mas eu disse que o Nuno Melo era interessante??Até salientei:"não ouças o que diz". Além disso votar no CDS-PP nunca esteve nos meus planos em nenhumas eleições. Com ou sem Nuno Melo. De resto, graças a Deus (e à minha santinha lol) que ainda sei distinguir as coisas. E voto em ideias, projectos, não em pessoas... Acho um erro fazê-lo, com uma ressalva para as autárquicas em que poderá ter a sua pertinência...
De resto, importante é que tenham votado e que não tenham votado em branco. Concordo com a minha santinha.

Margarida disse...

Inês, por amor de Deus ganha juízo. O que se passa aí pela FDUP? O vosso significado de pessoa bonita está deveras alterado.

Gilberto Oliveira disse...

OLGUINHA.... SAI SAI SAI.... Joana Volta tás perdoada!!!
Era o que faltava o voto em branco não ser uma forma de expressão... tipo... não gosto de nada... tás a ver... assim... branquinho... como...tás a ver... sem cruzinha.....tipo tipo tipo...assim,...___________________Percebes???

Tenho pena de enfiar a carapuça quanto à abstenção... sim fiz parte dessa fracção, problemas pessoais impediram-me de ir às urnas, ou melhor, levaram-me apenas a uma urna.
De qualquer forma o não votar não me deixa em nada orgulhoso...
O bruninho tá a precisar de óculos... eles não servem apenas para sessões de Karaoke
bjs todos

BL disse...

Foi um lapso, e à aquelas horas já tinha tirado as lentes... lol

De qualquer modo, quero dizer que eu tambem me sinto muito importante quando vou votar, sinto que tou a contribuir muito para a sociedade civil...

Mas, lamentavelmente, confesso que pela primeira vez na minha vida, não fui votar...

E, tenho que referir que me sinto pessimo por não ter cumprido o meu dever civico...

Enfim, para a proxima vez la irei eu, sem falta, VOTAR!

BL

Francisco disse...

Mas eu não me absti, Sra. Professora.

Pipette disse...

Ainda bem que toda a gente percebeu que eu estava só a fazer-me de engraçada e que nunca me passaria pela cabeça votar em alguém só porque é giro/interessante/whatever. E ainda bem também que toda a gente percebe que ser-se giro não implica ter ideias certas e que falar bem pode não passar mesmo disso. Como diz a santinha, cujas palavras eu também subscrevo (quem é que não subscreve?), um bem haja a todos :)

PS - Gil, não me mates, mas o Nuno Melo, para além de ser mais bonito, tem bastante mais classe do que a texana azul..acho que nisso estamos todos de acordo. lol

Francisco disse...

Claro que o voto em branco é uma forma de expressão. Poderosíssima.
Se toda a gente que se absteve, votasse em branco, isto abanava tudo.
Não sendo assim, a navegação continua sem grandes motivos de preocupação...

direitoÀcena disse...

Esclarecimentos, to whom it may concern:
1. Eu sei que o F. não se absteve, eu estava a reagir aqui a um texto que ele deixou noutro blog. Mesmo que possamos concordar com críticas várias ao sistema - ao seu funcionamento, ao modus operandi de partidos, etc - , o efeito deverá ser o do voto em branco e não o da abstenção, sob pena de o discurso ser demasiado fácil e demagógico.

2. Gil, o que eu dizia é que este foi dos primeiros actos eleitorais em que se falou de facto na percentagem de votos em branco, ao contrário de outros. Já houve vezes em que votei em branco e em que fiquei furiosa por só encontrar a referência à respectiva percentagem numa nota de pé de página de um jornal.

"Bem haja a todos", agora em boca própria.

LN

Gilberto Oliveira disse...

Inês a tua banana frita tava estragada... é que não vejo outra possibilidade!

BL disse...

Se os votos em branco, fossem um partido teriam eleito um EURODEPUTADO!

LOL

l. disse...

estamos muito activos civicamente, não estamos?
regressada à vida social dÀc (três dias inteirinhos se vir aqui quase dava comigo em lúcida....) opino nos seguintes moldes:
1) confesso que não votei pela primeira vez em quase 15 anos e fiquei muito triste com isso (confesso também que a tristeza me passou depressinha, por motivos que vocês vem sabem...);
2) concordo com a inês no sentido de que o NM é giro (nada mais); recordo aquele cartaz ridículo com o slogan mais ridículo ainda: "Não andamos a brincar aos políticos". Eu acrescentaria: "MAS PARECE".
3) discordo com o gil de que a texana, texana azul seja digna de uma composição de Stravinsky... gil, a tua farofinha estava estragadinha?
4) partilho da mesma emoção que a doutora por extenso diz sentir quando vota. aqueles momentos prévios ao voto, nos corredores da escolinha, com o cartão de eleitor na mão, fazem sentir-me a pessoa mais importante do mundo, porque vou votar e fazer a diferença (espero eu...).
Bjs

José Tomás Costa disse...

Eu votei CDS, não por o Nuno Melo ser giro mas por ser o Partido cuja ideologia mais se aproxima daquilo que penso. Ao votar pela primeira vez também fiquei, tal como a sr.ª Professora, emocionado.
Tenho pena que a Inês apenas tenha visto no Nuno Melo um "bom partido", no outro sentido...
Tomás

Pipette disse...

Ainda a questão de o Nuno Melo ser giro... lol vão lá, a sério.

http://conto-de-fuga.blogspot.com/2009/06/minha-filha-e-maior.html

:p

Tom, não tens nada pena. Sabes que essa é a única maneira de eu o achar 'bom partido' e mais vale isso do que nada, right?

José Tomás Costa disse...

acima de tudo: right! =p