quinta-feira, 21 de maio de 2009

Espectáculo

Para todos os 13 que deram as mãos em rodas ou em linhas rectas nestas últimas noites, com a certeza de que os encontros de vida e as relações ultrapassam a "luz da ribalta": obrigada.

Já sei que é um bis neste blog, mas vá:

Quando
tu me vires no music-hall
estarei no palco
cabeça ao sol
ao sol da noite das luzes
à espera dum outro sol
e que os teus olhos os uses
como quem usa um farol
não me olhes só dessa frisa lateral
desce pela cortina e acompanha-me em cena
vamos dar à perna como gente que se ama
e até não se poder mais
vamos bailar
(...)

E quando
à minha casa fores dar
vem devagar
e apaga-me a luz
que a luz destoutra ribalta
às vezes não me seduz
às vezes não me faz falta
às vezes não me seduz
às vezes não me faz falta.

(Sérgio Godinho, of course.)

(ln)

1 comentário:

Pipette disse...

Então outro bis:

'É tão bom uma amizade assim
Ai, faz tão bem saber com quem contar
Eu quero ir ver quem me quer assim
É bom pra mim e é bom pra quem tão bem me quer

Vale a pena ver
o mundo aqui do alto
vale a pena dar o salto'

beijo a todos os bilons inimputáveis (o 'bilon' já era, que o meu novo-eu-época-de-exames decidiu proceder às devidas adaptações de linguagem)