domingo, 31 de janeiro de 2010

INVICTUS

Lembro-me de me ter comovido quando Mandela foi libertado há vinte anos.

Lembro-me de me ter comovido quando recebeu o Nobel em 1993.

Lembro-me de me ter comovido quando foi eleito presidente em 1994.

Hoje voltei a sentir porquê.


Obrigada, Madiba.


LN

6 comentários:

Freddy disse...

ENSAIO!!! :)

Vasco PS disse...

"It matters not how strait the gate,
How charged with punishments the scroll,
I am the master of my fate:
I am the captain of my soul."

Gostei imenso.

Daniela Ramalho disse...

Estou mortinha por ter tempo para ir ver o filme, até porque o actor escolhido para fazer de Mandela foi mesmo muito bem escolhido.

direitoÀcena disse...

Ensaio?

LN

l. disse...

oh frederico, queres vir ensaiar (medo!) ou estás enganado no grupo?

rtp disse...

É verdade, Mandela é um exemplo inspirador. A grandeza com que soube lidar com questões muito difíceis é muito comovedora.