sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Ensaio

Segunda, dia 5, às 20h.


(ln)

5 comentários:

Joana Neto disse...

Como vamos de peças?? Comprei um livro com várias do Harold Pinter.Acho-lhe piada.Estou a ler uma dele "Feliz Aniversário" Só tem 6 personagens..
Vi também um livro com várias peças do Tchékhov e abri numa que não me parecia "pesada" e tinha personagens suficientes...Só não pode ser a Platonov ;)
O Allan Poe tem contos que já foram representados e que são muito interessantes.
Por outro lado, ainda nos falta fazer uma peça em café teatro com bossanova...Ai ai...A Lila canta lol...Que peças gregas é que leste??

direitoàcena disse...

Eu vi uma com muita piada (não se riam) dentro do género clássico puro e duro: Diálogos com os mortos do Luciano. São muitas personagens mitológicas homens, mas julgo que dá para ser assumido que sejam mulheres.

O PInter tinha piada por ter morrido agora (enfim, salvo seja, percebem o que quero dizer): anyway, e quanto a número de personagens, acho mesmo que em última análise não têm que ser condicionantes: eu saio sem problemas.

(ln)

l. disse...

não se trata de sair ou ficar. o número de personagens é sempre condicionante até pelo género das mesmas. e para além disso não queremos que saia. queremos que fique, sim? eu li passagens de umas quantas gregas/clássicas - as bacantes (funciona com um coro feminino brutal), fedra - li Moliére, li Shakespeare, ainda não pude ir buscar a do Marivaux à biblioteca. conto ir lá entre hoje e amanhã para uma leitura de fds.
Isto é mais complicado que se antevia... mas valerá a pena no final. e acresce que fiquei até com vontade de experimentar a "nuca nada de ninguem" vejam bem...! bjs lila

Joana Neto disse...

Não queremos que saia!! Este ano não tem hipótese ;)
Ficaste com vontade de experimentar a "Nunca nada de ninguém"?...Ai Lila Lila...Aquelas mulheres eram muito doidas e divertidas...Gostei dessa parte...Pior é aquela cena do Huguinho and friends!Essa é para esquecer...
Vai ser como a música do Rodrigo Leão... Quando menos esperarmos acende a luzinha ;)

Pipette disse...

É...esperemos é que a luzinha não demore muito! :p
Eu (,pecadora, me confesso) ainda não procurei.
Era o que faltava agora pessoas* a sair por causa da escolha da peça...ela (peça) é que tem que se adaptar a nós. Porque peças há muitas e nós somos um grupinho fixe.

* só porque sem a pessoa em questão ficamos com menos público, como se sabe, porque se não fosse isso nem nos importávamos muito que saísse..ahah ;p