quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Estados Eróticos Imediatos de Soren Kierkegaard

Fui ontem.

1. Texto que oscila entre trechos pontualmente muito bons e outros q.b. boring.
2. Sem grande evidência de encenação.
3. Interpretações sem grande nota de especial: algumas mesmo abaixo do que seria de esperar, como por exemplo no caso de Regina.
4. Alguns pormenores com piada no que respeita ao tirar partido de um espaço pequeno e despojado, aos adereços, ao guarda roupa.
5. Maquilhagem despropositada - e até se podia vislumbrar propósito no despropositado mas...não.
6. Não se sai a arrancar os cabelos - nem por ser demasiado mau, nem por ser demasiado bom.
7. Acho que tirava mais gozo da leitura do próprio Kierkegaard.
8. Não enche: vê-se. Tout court.

LN


PS Estava por lá o nosso amigo. Mesma camisa. Mesmas calças. Julgo que já é diferente o saco de plástico.

1 comentário:

l. disse...

resumindo: nada de novo. quanto ao saco, talvez tenha aderido àqueles que se vendem no pingo doce, que são recicláveis... bjs, l.