terça-feira, 25 de março de 2008

Lapsus linguae




*

'No tempo em que festejavam o dia dos meus anos eu tinha a grande alegria de não ter saúde'

*

'Um dia deu-me o sono e adormeci. Não lavei os dentinhos e enfiei-me no vale dos lençóis'

*


FDUP, sala 102, ensaio de 24.3.2008

3 comentários:

direitoàcena disse...

HMMM menina Inês andas a revelar as minhas loucuras...Como é??
Pelo menos "antes eu tinha grande alegria de não ter saúde"...(Sem comentários lol)
Vais para Lamego a pé atrás do meu carro e de socas eheh...
Um manicómio é assim mesmo! ALEGRIIIAAA

Joana Neto

Pipette disse...

Joana, acabaste de confirmar que és tão doida como elas. Começo a achar que sou a única pessoa normal naqueles ensaios - uma quase rebola no chão a rir da outra porque a outra decide reinventar o seu poema de uma maneira completamente - como classificá-la?- inesperada; os outros dois treinam nas escadas lá de fora quando está a chover e só pensam em cigarros..e, no fim de tudo, somos nós, que inocentemente nos limitamos a dizer os nossos poemas dentro do elevador, quem tem que levar com o olhar de incompreensão do segurança. ARRE! Mas sim, eu confesso que, bem lá no fundo, adoro o nosso manicómio!


PS - vou de carro para Lamego, aliás vou DENTRO do TEU carro e tu estás dependente das minhas horas..escreve isso. ALEGRIAAAA (acompanhado de movimento de mãos)

Pipette disse...

E sem socas!